Pesquisar neste blog

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Star Trek - O Fala Menino! e a Enterprise







Star Trek é uma série sobre o ser humano. O mais importante nela não são as batalhas nas estrelas, mas as batalhas internas dos personagens. E, apesar dos desafios, dos perigos e das ameaças que Kirk, Spock e Mccoy enfrentavam a cada semana, Gene Roddenberry criou a imagem de um futuro otimista, onde a humanidade, livre das guerras e dos preconceitos, estava, finalmente, pronta para abraçar as estrelas. Este otimismo foi absorvido por mim desde criancinha, quando acompanhava Jornada nas Estrelas com minha tia, diariamente, nas reprises da tevê. Era o mesmo otimismo das aventuras do Superman, que comecei a colecionar ainda garoto. Era a fascinação com o universo tão desconhecido, que podia abrigar tanto a Terra, quanto Krypton ou Vulcan… E por mais que muita gente preferisse histórias mais sangrentas e pessimistas, era ali que eu queria construir meu mundo.


No Fala Menino!, sempre tentei reproduzir esse otimismo. Mais do que isso, na estrutura da minha turma, o leitor pode perceber que, apesar da grande tripulação, há três personagens principais: Lucas, Carolina e Leandro. Do mesmo modo que há uma tríade em Star Trek: Spock, Kirk e Mccoy. Lucas, feito Kirk, é o mais equilibrado dos três. Carolina, como o médico da Enterprise (Dr. Mccoy), é pura emoção. E o Leandro, feito Spock é totalmente racional… Mesmo que a lógica do menino seja um bocado maluquinha e, como diria o Vulcano, fascinante.


Além disso, somem-se as aventuras dos irmãozinhos gêmeos do Lucas, viajando pelo espaço numa caixa de papelão e amor do menino mudo pelo céu e as estrelas, dá pra ver o meu amor por Star Trek e todas as tripulações das Enterprises bem explicitamente. Sempre fui fã de personagens bem construídos e, para mim, a nave-capitânea da Federação dos Planetas Unidos sempre esteve cheia deles, indo audaciosamente aonde ninguém jamais esteve… e me levando junto.

Este texto foi escrito para o Caderno 10 do Jornal A Tarde, da Bahia. Pena que eles não publicaram na edição impressa, indo parar apenas no blog. Tem nada não, Lucas amou o filme novo!
Postar um comentário