Pesquisar neste blog

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

5º Festival Internacional de Nerds




Poxa... Faz tempo q não posto aqui. Mas tenho uma explicação: Andei viajando, passei sete dias em Beagá (Belo Horizonte, pros não iniciados), participando do 5º FIQ! - Festival Internacional de Quadrinhos. E, quando cheguei, tava tuuuudo atrasado. Montes de tiras para finalizar, outras tantas para colorir, projetos empilhados, só esperando por mim e outros montes de coisas menos divertidas. Nossa...


Lá no FIQ!, reencontrei muitos amigos, conheci vários colegas cartunistas e quadrinistas do Brasil e do exterior. Pude apresentar o Luquinhas pra muita gente e, para os que já conheciam o menino, pude mostrar como ele cresceu! Lucas ficou encantado com desenhistas de mangá - apaixonou-se pelo carinho da Kan Takahama, que levou suas histórias para Tokio com a promessa de procurar uns amigos nipo-brasileiros para traduzir para ela, as tirinhas. E lá se foi, espalhando-se, dono do pedaço, para muitos cantos desse Brasilzão. Fazendo novos amigos para ele e para mim.


Eram muitas exposições de originais de grandes ilustradores brasileiros para ver e estudar. Assisti a entrevistas e participei de bate-papos bem legais com cartunistas daqui e de fora (muita gente da França, da Itália, do Japão, da Argentina...). Participei de uma mesa sobre Quadrinhos e Inclusão Social. Foi muito interessante falar para aquele público tão diferente daqueles a quem normalmente falo: Fãs de quadrinhos, muitos que nunca haviam lido uma tirinha do Fala Menino!, sequer. Mas ávidos em saber do que se fazia no resto do país, além de SP e RJ...


Mas, confesso. Foi meu lado nerd que mais se divertiu. Aliás, o povo nerd era quem se esbanjava entre tantos gibis, artistas, cos-players e afins... Muito legal a exposição de originais dos desenhistas da DC Comics (que publica meu SUPER-herói predileto - 10 centavos para quem adivinha...), sem falar na visita do Eddie Berganza, que editou a revista do dito por 7 anos (e ainda edita uma delas, onde ele dá uma forcinha pro Batman). Conheci o cara e trocamos livros e dedicatórias. Assim como conheci o Ed Benes, o Rod Reis, o Joe Prado e o Renato Guedes, artista de São Paulo que vive hoje de um sonho de infância meu: Desenha o meu herói preferido (ainda não digo o nome aqui, não perco 10 centavos assim, tão fácil) com cueca por cima das calças e tudo. Abração pra vc, Renato! Foram super as horas que ficamos conversando no Hotel e mandei emoldurar o desenho que vc me deu! Amei te conhecer, mano!


No mais, foi isso. Se parece pouco, me desculpe... Não soube traduzir aqui o emaranhado de vivências desses 7 dias. Mas se você tiver um pouquinho de nerdismo nas veias... Uma gotinha nerd que seja... Você deve fazer idéia ;)


E o Lucas está todo entusiasmado para continuar viajando. E eu, eu vou atrás...


Para o alto e avante!


PS. Mais fotos do FIQ! no meu álbum do ORKUT...

Postar um comentário